Skip to Main Content
It looks like you're using Internet Explorer 11 or older. This website works best with modern browsers such as the latest versions of Chrome, Firefox, Safari, and Edge. If you continue with this browser, you may see unexpected results.

ONDE PUBLICAR: Editores predatórios

Office of Scholarly Communication, Cambridge. 2018. “Research in 3 Minutes: Predatory Publishers”. Youtube, 3:28. https://youtu.be/UwUB3oquuRQ.

 

O que são?


Ao considerar publicar, é necessário ter em atenção os designados Predatory Publishers ou Editores Predatórios.

  • Apresentam-se como editores Open Access ou Acesso Aberto (consultar Modelos de Publicação) legítimos, mas na realidade são editores pouco credíveis.

  • Tirando partido de este ser um modelo em que o autor suporta os Articles Processing Charges (APCs), ou seja, os custos de publicação, convidam autores a publicar nas suas revistas, para retirar lucros desse processo.
  • Assim, publicam praticamente tudo que é submetido, com o objetivo de obter o dinheiro das taxas de publicação.

 

Consequências


Os problemas daqui decorrentes prendem-se sobretudo com a qualidade do conteúdo publicado:

  • artigo é rapidamente publicado, mas sem que o seu conteúdo seja analisado e validado por especialistas.
  • O processo de Peer Review é quase sempre inexistente.
  • Estes artigos poderão ser consultados por outros autores e investigadores, para desenvolvimento dos seus próprios artigos, desconhecendo que a informação não foi devidamente avaliada.
     

Para o autor que publicou numa destas revistas:

  • Não poderá submeter o seu artigo a outra publicação.
  • Terá o seu artigo publicado numa revista considerada como pouco credível.
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://biblioteca.fe.up.pt.